segunda-feira, 29 de junho de 2009

Re: In the end, I wanna thank you 'cause you make me much stronger...



video

“I am a fighter and
I ain’t going stop
There is no turning back
I’ve had enough”
Já diz o velho ditado popular: "O que não me mata, deixa-me mais forte." Muito mais...

domingo, 28 de junho de 2009

Sleepless heart...

"Uma noite eu tive um sonho...
Sonhei que andava a passear na praia com o Senhor, e, no firmamento, passavam cenas da minha vida. Após cada cena que passava, percebi que ficavam dois pares de pegadas na areia: um era o meu e o outro era do Senhor.
Quando a última cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia, e notei que muitas vezes, no caminho da minha vida, havia apenas um par de pegadas na areia. Notei também que isso aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver. Isso aborreceu-me deveras e perguntei então ao Senhor:
- Senhor, Tu disseste-me que, uma vez que resolvi seguir-Te, Tu andarias sempre comigo, em todos os caminhos. Contudo, notei que durante as maiores tribulações do meu viver, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque é que, nas horas em que mais necessitava de Ti, Tu me deixaste sozinha.
O Senhor respondeu-me:
- Minha querida filha, jamais te deixaria nas horas da prova e do sofrimento. Quando viste, na areia, apenas um par de pegadas, eram as minhas. Foi exactamente aí que peguei em ti ao colo.”
Mary Stevenson


Sem ser religiosa, é, em simultâneo, uma mensagem espiritual e terrena...
Terrena? Sim, tantas pessoas levam-nos ao colo ou passeiam ao nosso lado sem darmos conta. Somos protegidos e acompanhados à distância e sem sabermos... Fazemos parte dos seus pensamentos e, assim, há uma oração silenciosa que abençoa o nosso caminho, há um sorriso de prece que segue o nosso olhar.
Marca a diferença...
Adriana

quinta-feira, 25 de junho de 2009

Homenagem ao REI...



video
"Don't stop 'till you get enough..."

sábado, 13 de junho de 2009

O Teatro Anatómico




"A Lição de Anatomia", Anne-Catherine Becker-Echivard

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Recordação em forma de homenagem



Faz esta noite 7 anos, que passei uma das noites mais divertidas da minha vida...


Amigas, sangria, churrasco, ginginhas, festa, música, ruas...


Ao fim de 7 anos, o que continua a ser maravilhoso é a amizade que nos une e que nos faz divertir da mesma maneira, sempre que voltamos a estar juntas...


Esta é a homenagem às melhores colegas-amigas de turma que eu alguma vez tive... Éramos mesmo uma equipa...






sábado, 6 de junho de 2009

Hold on, I think there's something good on...



“You can have anything you want
You can drift, you can dream, even walk on water
Anything you want.
You can own everything you see,
Sell your soul for complete control
Is that really what you need?
You can lose yourself this night
See inside, there is nothing to hide
Turn and face the light”

Pink Floyd

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Wearing the inside out



“Didn't recognise I'd become
No more than alive I'd barely survive…
Won't hear a sound
From my mouth
I've spent too long
On the inside out.
My skin is cold
To the human touch
This bleeding heart's
Not beating much…

I murmured a vow of silence and now
I don't even hear when I think aloud.
Extinguished by light I turn on the night
Wear its darkness with an empty smile

I can see
Clear through the clouds that covered me
Just give it time, now we can hear ourselves again

I'm holding out
For the day
When all the clouds
Have blown away
I'm with you now
Can speak your name
Now we can hear
Ourselves again…”

(Pink Floyd, adapted)

Cair da escada...


Tive uma recaída...
Os óptimos feelings que esta a viver, os esforços que estava a fazer, os caminhos que estava a traçar, de repente, pareceram uma nulidade.
Não sei bem o que desencadeou esta fraqueza, com certeza é multifactorial: as lembranças ainda muito presentes, as saudades eternas, as certezas coladas a cuspo, o stress diário e até as hormonas a ajudar.
Resta-me agora acreditar que vou conseguir rapidamente erguer-me e usar cada degrau como sustentação do meu ser.
Adriana

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Delírios duma pequena pré-cientista

Pensar, sentir, querer, é tão confuso... Eu sei que nem sempre é fácil conversar nem decidir... A leve embriaguez passa a febre...

Obrigada a todos pelo maravilhoso ambiente de trabalho!

video